Fique por dentro de todo o processo de sucessão que irá ocorrer na Fonte até 2030.

Fique por dentro do processo de sucessão

PERFIL DESEJADO

Conheça um pouco mais sobre o processo!
Embora reconheçamos que esse padrão seja elevado, também entendemos que haja amplo espaço para desenvolvimento.

DESCRIÇÃO DO CARGO

Venha compreender as tarefas e as responsabilidades exigidas para ocupar a posição de pastor líder em nossa igreja.

ORE DESDE JÁ

Temos o chamado de orar por nossa liderança e essa é uma oportunidade de levarmos aos pés do nosso Senhor esse motivo. Separe um tempo para orar sobre a sucessão do pastor líder.

Entenda a necessidade da sucessão

Perguntas Frequentes

1) Por que mudar se estamos bem? Estamos bem?

Sim, estamos bem. Pensar em sucessão não é considerado somente quando se está mau. Sucessão é uma realidade de qualquer instituição, seja por impedimento, seja por precaução. No tempo planejado para a sucessão se efetivar, já estarei com 75 anos, com mais limitações e terá crescido a inflexibilidade, enquanto vivemos num mundo em constante mudanças que requer adaptações cada vez mais difíceis na medida em que se avança na idade. Além disso, com tempo pode-se treinar e desenvolver um novo Pastor Líder

2) Fernando irá se aposentar e sairá da equipe fonte?

⁠A ideia não é de se aposentar. Servos não têm aposentadoria, principalmente no Reino de Deus. A ideia é passar ao pastor Líder as funções desta posição. Quando a mim, devo continuar, entretanto a definição do que poderei fazer será resolvida com e pelo novo Pastor Líder.

3) Fernando irá continuar pregando na igreja fonte?

Estarei pregando na medida que estiver em condições, for necessário e parte da visão do novo Pastor Líder.

4) O que acontece com o candidato que está em treinamento caso esse morra ou decida parar o processo de sucessão?

Caso ele morra, o enterraremos ou cremaremos, jamais tomará posse. rs No plano de sucessão se considera a possibilidade de ele não assumir por qualquer razão. Nesta condição volta-se ao estágio anterior e se continua dali.

5) E se a igreja não aprovar o nome do escolhido pelo colegiado?

O processo está muito bem direcionado e a igreja será ouvida em certas ocasiões. Entendo que a possibilidade de isto acontecer é muito remota, pois além de haver bastante cuidado no processo, existem mecanismos de se ler a expectativa da Igreja antes de ser proposto. Mas se ainda assim acontecesse, se voltaria ao estágio anterior.

6) Existe alguém já escolhido?

⁠Não, de forma alguma existe alguém já escolhido. Esta pergunta algumas vezes vem em formato absurdo, tais como os que ouvi nestes dias:

–  “O Fernando já tem alguém escolhido” e sendo ele, vou embora da Igreja Fonte. A esta pessoa eu diria que deveria ir embora agora, não por causa de um eventual pastor líder já definido, mas porque calunia o atual Pastor Líder dizendo que ele já tem esse nome.

– “Tem que ser esta pessoa específica.” Curiosamente estas duas declarações falam de um mesmo eventual pastor líder.

–  “Não importa quem seja, o Fernando saindo, eu deixo a Fonte.” É sabido que todo processo de sucessão é seguido de um número de pessoas que deixam a igreja. Isso já está na conta. Certamente absorveremos bem isso.

7) O Fernando já sabe quem ele quer!

⁠Esta também é uma afirmação e não uma pergunta. Eu não quero ninguém especificamente. Certamente, eu e outros, somos capazes de avaliar a realidade e o potencial de cada um dos nomes indicado. Alguns dos nomes considerados definitivamente não têm o perfil procurado. Desta forma, cinco dos oito nomes possíveis internos declinaram da possibilidade. Ao olhar para os nomes que ainda estão na lista, sou capaz de ver quem tem qualidade, maturidade e possibilidades mais altas, mas não é o mesmo que já ter definido um nome, nem mesmo desejado. Com o passar do tempo se fará várias dinâmicas e considerações que nos ajudarão a definir e propor um nome. Não tenho necessidade, nem expectativa de colocar nesta posição alguém específico, antes pretendo levar a Fonte por um processo e a uma decisão abençoadas por Deus.

8) Como você está neste processo?

Quem primeiro fez esta pergunta foi a Carmo e a seguir a ouvi mais algumas vezes de outras pessoas. Eu estou muito bem! Alegre por poder conduzir a Fonte num processo pensado, sábio, baseado em muitos casos mau e bem sucedidos. Este processo é muito pouco empírico e com muitas razões para ser bem sucedido. Só posso estar como estou: alegre e bem.

Veja onde estamos!

16/06/24 - Avaliação dos nomes externos

Se avaliará nomes de fora da Fonte Campinas que poderão participar do mesmo programa, compondo um total de até três indicados

03/06/24 - Live de esclarecimento e perguntas

Para esclarecer as decisões tomadas até aqui e informar os próximos passos: como e quando se darão, teremos uma live com direito a perguntas.

Horário da live 21h00

Link será disponibilizado aqui em breve

20/05/24 - Decisão de indicados

Como agendado, no último domingo, 19 de Maio, o Colegiado da Fonte decidiu depois de várias avaliações, que Lucas Fonseca e Nathanael Baldez seguem no processo para participarem do PPI (Período Probatório Inicial).

19/05/24 - Colegiado define 2 ou 3 nomes

O colegiado votará nos nomes dos candidatos para selecionar, no máximo, três para avançarem para a próxima etapa do processo.

15/05/24 - Dossiê dos internos

Conclusão do dossiê elaborado para documentar todas as informações e avaliações dos candidatos.

13/05/24 - Reunião de indicados com colegiado

Reunião com pastores e colegiado da igreja, na qual foram levantadas algumas questões discutidas com os candidatos.

06/05/24 - Autoavaliação dos candidatos

Foi elaborada e enviada uma autoavaliação para os 3 candidatos.

02/05/24 - Avaliação dos voluntários

Foi elaborado uma avaliação e enviado para aqueles que servem sob a liderança dos 3 candidatos.

30/04/24 - Definição de quem segue o processo

Tivemos a resposta positiva dos candidatos para seguir o processo: Lucas Fonseca, Lucas Tutui e Nathanael Baldez

Todos com aval de suas esposas para continuação do processo.

25/04/24 - Definição dos candidatos

Final do período para que os candidatos que não se vêem no perfil de pastor líder comunicarem sua decisão

5 nomes falaram não:
– André Macedo
– Fabio Grigorio
– Felipe Coelho
– Lucas Lisboa
– Ozebio Rolim

22/04/24 - Reunião sobre o processo

Tivemos uma reunião para esclarecimento do processo com a igreja, houve a oportunidade para se fazer perguntas e tirar dúvidas.

Foi apresentado 8 candidato internos dentro dos parametros do regimentos interno.

– André Macedo
– Fabio Grigorio
– Felipe Coelho
– Lucas Fonseca
– Lucas Lisboa
– Lucas Tutui
– Nathanael Baldez 
– Ozebio Rolim

Há também a possiblidade de 3 nomes externos que serão avaliados futuramente.

21/04/24 - Convocação do colegiado

Convocação do colegiado para iniciar o processo de definição dos nomes que entrarão no período probatório

14/04/24 - Convocação para oração

Primeira convocação da igreja para oração e informações preliminares sobre o processo de sucessão.

07/04/24 - Início do processo