A exemplo do Mestre

nov 23, 2014Pastores, Reflexões0 Comentários

Quando veio a este mundo para realizar a obra que o Pai havia lhe designado antes da fundação do mundo (1 Pe 1.18-20), nosso Senhor Jesus Cristo desde o nascimento enfrentou adversidades e perseguição. Seus pais tiveram que fugir para que ele nascesse em segurança, uma vez que o rei Herodes queria matá-lo. (Mt 2.16-20) Claro, tudo isso inserido no plano de Deus, que já havia profetizado através dos profetas o que aconteceria. Ele desceu dos céus e se humilhou, limitando-se a nossa forma humana, para nos resgatar e libertar do pecado (Fp 2.1-8), para que hoje pudéssemos através de Sua morte e ressurreição, ter a esperança de sermos reconhecidos filhos de Deus. Se somos hoje chamados de cristãos, é porque nossa vocação é a de sermos a cada dia, mais parecidos com Cristo, e pela história podemos ver que por este motivo, muitas vezes não seremos aceitos por algumas pessoas. Pelo fato de sermos cristãos, podemos enfrentar adversidades e perseguição, a exemplo do Mestre.

O julgamento de Jesus foi recheado de irregularidades. A casa de Caifás não era a sede oficial do sinédrio, ou seja, aquela reunião não poderia ter sido naquele local. O julgamento de Cristo aconteceu na madrugada, e pela manhã os membros do sinédrio se reuniram para ratificar a sentença, sendo que a lei exigia pelo menos duas testemunhas, e eles só conseguiram uma falsa testemunha. (Mt 26.57-59). Fato é, que não se achava razão para que nosso Mestre fosse morto. Como está escrito em Atos 13:28: ”Mesmo não achando motivo legal para uma sentença de morte, pediram a Pilatos que o mandasse executar.”

A morte de Cristo na cruz não aconteceu simplesmente pela injustiça dos homens, pela falha humana, pela impiedade dos governantes. A morte de Cristo na cruz, foi o plano amoroso de Deus, que é cheio de graça e misericórdia, aconteceu para que pudéssemos ser resgatados das trevas, para que sejamos mortos para este mundo, justificados de todo pecado. A nossa esperança está no fato de que Jesus não sofreu decomposição, mas ressuscitou dos mortos, provando que seu sacrifício foi aceito por Deus. (At 13.29-37) Hoje temos vida!

A exemplo do Mestre, se vivemos como seus discípulos, seremos perseguidos, sofreremos hostilidade: “De fato, todos os que desejam viver piedosamente em Cristo Jesus serão perseguidos.” 2 Timóteo 3:12 Dentre muitas marcas que deixamos por sermos seus seguidores, muitas bênçãos que desfrutamos, o privilégio de sofrer por Cristo, também é nosso! (Fp 1.29)

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Arquivos

Autor

Comentários

Imediatismo

Como os dias são corridos e acelerados. Essa é uma observação quase que comum em nossos dias. Mas será que as 24hs do dia estão passando mais rápido do que antigamente? Não é essa a questão, mas vivemos na “cultura do imediatismo”, expressão cunhada por Douglas...

|maio 26, 2024

Futilidade ou bênção?

Como estão seus planos e projetos? Quão necessário é reconhecer que é inútil preparar um projeto ou buscar mantê-lo a não ser que o Senhor abençoe esse nosso trabalho e esforço. Nos primeiros dois versos do Salmo 127, o salmista considera a futilidade do trabalho...

|maio 19, 2024

Processo de sucessão

Como todos devem saber, estamos no processo de definir o futuro Pastor Líder da Fonte, que assume esta posição em Julho de 2030. Temos documentado processo, perfil, decisões, cronologia e todo o material está no link igrejafonte.org.br/sucessao/ Depois de definido...

|maio 12, 2024

Útil para o ministério

No último parágrafo do último capítulo do último livro do apóstolo Paulo, Timóteo é exortado e aconselhado sobre 4 tipos de pessoas que são encontradas no serviço ao Senhor. O primeiro está em 2 Timóteo 4:9 e é representado por Demas. Ele fora um cooperador do...

|maio 5, 2024

Esperança na Profundeza

Os dois primeiros capítulos do livro do profeta Jonas mostram como a sua vida se afundou cada vez mais, na medida em que desejava fugir do Senhor. É certo que a tentativa de fuga de Deus é vã, pois até mesmo no mais profundo do abismo, Deus lá estará (Sl 139.8)....

|abr 28, 2024

O Libertador Prometido

Ao considerarmos o Pentateuco, frequentemente observa-se certo desânimo diante das diversas leis e genealogias, desviando alguns de ênfases teológicas cruciais presentes no texto. Entre elas, destaca-se a figura do Libertador, prenunciado como aquele que surgiria...

|abr 21, 2024

Perdão Medicinal

"Porque, se perdoarem aos outros as ofensas deles, também o Pai de vocês, que está no céu, perdoará vocês; se, porém, não perdoarem aos outros as ofensas deles, também o Pai de vocês não perdoará as ofensas de vocês." Mt 6:14-15. Esta declaração do Senhor é tão...

|abr 14, 2024

A Bíblia fala sempre

Passam os séculos e a nossa fé continua a ser constantemente atacada. Isto não é novidade para aqueles que conhecem a Bíblia desde Gênesis. Seria comum atribuirmos estes ataques a pessoas avessas às nossas crenças; entretanto, o problema maior é quando Satanás usa...

|abr 7, 2024

“Terrível e Maravilhoso”

A morte e ressurreição de Jesus Cristo nos conduzem a uma narrativa que aponta para um paradoxo, onde o terrível horror da traição, condenação e morte de Cristo se entrelaça com as maravilhosas manifestações do poder e da graça divina. Uma história marcada por...

|mar 31, 2024