Álcool, cidadania e fé

jun 29, 2014Fernando Leite, Pastores0 Comentários

Tem me chamado a atenção, a frequência com que tenho ouvido alguma entrevista, lido matéria ou pesquisa sobre a realidade do consumo de álcool por jovens no Brasil. Nesta semana tivemos o desabafo de um médico do SAMU, dizendo do absurdo que tem sido os pós jogos do Brasil nessa Copa. Ele afirma que Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e SAMU, não dão conta das ocorrências, geradas em mais de 90% por causa de consumo de álcool. Ele faz seu apelo de forma dramática a que nos conscientizemos de que as celebrações sejam de maneira consciente, pois os profissionais não estão aguentando mais. (Veja o vídeo aqui)

Antes mesmo deste apelo, li matérias que revelam que o consumo de álcool entre jovens já é um problema de saúde pública, e que dado o alto consumo por parte de universitários, isso tem comprometido a educação desses, e consequentemente a qualidade destes profissionais no futuro. Temos o dado de que 90% das mortes no trânsito – 43.000 por ano – tem alguém embriagado envolvido no acidente.

Certamente isso não irá comprometer somente suas vidas profissionais, pois atingirá sua saúde mental e física, seu contentamento pessoal, sua família, sua fé, e por vezes, provoca luto, incapacitação, culpa, etc. Entretanto, é inevitável! As empresas de fabricantes de bebida alcoólica e seus acionistas querem vender mais para lucrar mais, e da mesma forma, as agências publicitárias e meios de comunicação.

Além de ler e assistir, não é difícil notar o aumento do consumo de álcool pelos estudantes no entorno de uma universidade em suas festas, e ainda que seja raro, ouço falar de um ou outro jovem, dito cristão, que exagerou no consumo de bebida alcoólica, ou que defenda a experiência de tomar porre.

Moços, moças e pais, isso é mais uma expressão da quebra de orientação clara das Escrituras, que diz que devemos não nos deixar amoldar ao padrão do mundo (Rm 12.2), pois isso impossibilita desfrutarmos da vontade de Deus em nossas vidas. O fato de ser comum e aceito no mundo o consumo de bebida para ficar alto, descontraído, etc, já é um enorme motivo para os filhos de Deus não o fazerem. Além disso, Paulo é muito específico dizendo que não devemos nos embriagar (Ef 5.18), pois isso trará consigo a devassidão e a contenda. A igreja de Corinto tinha uma festa, agape, em que se propunha ser uma festa de amor e comunhão, mas Paulo diz que eles se reuniam para pior, e uma das razões é porque se embriagavam (1Co 11.17,21). A própria sociedade humana reconhece que seus valores a estão destruindo, mas o que dizer do povo de Deus? Fomos chamados para viver dentro da vontade de nosso Deus, cheios do Espírito Santo, e dessa forma sermos luz nessa sociedade que está em trevas.

Festa, reunião de amigos e celebração não ficam melhores para ninguém com o consumo de bebida alcoólica. Se para a festa ser boa precisa desse expediente, é porque se está em trevas, e se está adorando o deus errado. Isso é idolatria.

Moços, acordem! Não assimilem os padrões dessa sociedade que está se auto-destruindo, mas assimile os valores e princípios da Palavra de Deus.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Arquivos

Autor

Comentários

Imediatismo

Como os dias são corridos e acelerados. Essa é uma observação quase que comum em nossos dias. Mas será que as 24hs do dia estão passando mais rápido do que antigamente? Não é essa a questão, mas vivemos na “cultura do imediatismo”, expressão cunhada por Douglas...

|maio 26, 2024

Futilidade ou bênção?

Como estão seus planos e projetos? Quão necessário é reconhecer que é inútil preparar um projeto ou buscar mantê-lo a não ser que o Senhor abençoe esse nosso trabalho e esforço. Nos primeiros dois versos do Salmo 127, o salmista considera a futilidade do trabalho...

|maio 19, 2024

Processo de sucessão

Como todos devem saber, estamos no processo de definir o futuro Pastor Líder da Fonte, que assume esta posição em Julho de 2030. Temos documentado processo, perfil, decisões, cronologia e todo o material está no link igrejafonte.org.br/sucessao/ Depois de definido...

|maio 12, 2024

Útil para o ministério

No último parágrafo do último capítulo do último livro do apóstolo Paulo, Timóteo é exortado e aconselhado sobre 4 tipos de pessoas que são encontradas no serviço ao Senhor. O primeiro está em 2 Timóteo 4:9 e é representado por Demas. Ele fora um cooperador do...

|maio 5, 2024

Esperança na Profundeza

Os dois primeiros capítulos do livro do profeta Jonas mostram como a sua vida se afundou cada vez mais, na medida em que desejava fugir do Senhor. É certo que a tentativa de fuga de Deus é vã, pois até mesmo no mais profundo do abismo, Deus lá estará (Sl 139.8)....

|abr 28, 2024

O Libertador Prometido

Ao considerarmos o Pentateuco, frequentemente observa-se certo desânimo diante das diversas leis e genealogias, desviando alguns de ênfases teológicas cruciais presentes no texto. Entre elas, destaca-se a figura do Libertador, prenunciado como aquele que surgiria...

|abr 21, 2024

Perdão Medicinal

"Porque, se perdoarem aos outros as ofensas deles, também o Pai de vocês, que está no céu, perdoará vocês; se, porém, não perdoarem aos outros as ofensas deles, também o Pai de vocês não perdoará as ofensas de vocês." Mt 6:14-15. Esta declaração do Senhor é tão...

|abr 14, 2024

A Bíblia fala sempre

Passam os séculos e a nossa fé continua a ser constantemente atacada. Isto não é novidade para aqueles que conhecem a Bíblia desde Gênesis. Seria comum atribuirmos estes ataques a pessoas avessas às nossas crenças; entretanto, o problema maior é quando Satanás usa...

|abr 7, 2024

“Terrível e Maravilhoso”

A morte e ressurreição de Jesus Cristo nos conduzem a uma narrativa que aponta para um paradoxo, onde o terrível horror da traição, condenação e morte de Cristo se entrelaça com as maravilhosas manifestações do poder e da graça divina. Uma história marcada por...

|mar 31, 2024