Discipulado Bíblico

out 2, 2016Fabio Grigorio, Pastores0 Comentários

O que as Escrituras nos apresentam sobre discipulado? Você já parou para pensar que a conversão é o ponto de partida para esta jornada de toda uma vida? De todas as questões com as quais os cristãos precisam lidar, essa é uma das mais importantes. Ser discípulo de Jesus é essência de quem nós somos e do que devemos fazer com as nossas vidas, e o discipular é uma consequência direta de ser um discípulo de Jesus. Discípulos são chamados a seguir a Cristo, e segui-lO significa ajudar outros também a segui-lO.

Em um artigo escrito por Garret Kell, pastor sênior da Del Ray Baptist Church em Alexandria, Virginia, ele faz algumas considerações muito pertinentes sobre o discipulado, que queremos também compartilhar com você.

1 – Os discípulos seguem a Jesus – Ao encontrarmos Jesus, conhecemos um homem que nos chama a segui-lO e a aprender dEle (Mt 4.19, 11.29). Um chamado que envolve abnegação e compromisso (Mc 8.34-35) por parte dos Seus seguidores.

2 – Os discípulos imitam a Jesus – No coração do seguir a Jesus está o chamado para tornar-se um imitador. Enquanto discípulos, somos chamados a imitar o amor de Jesus (Jo 13.34), sua missão (Mt 4.19), sua humildade (Fp 2.5), seu serviço (Jo 13.13), seu sofrimento (1 Pe 2.21) e sua obediência ao Pai (1 Jo 2.3-6). Uma vez que Ele é o nosso mestre, somos chamados a aprender com Ele e lutar, no poder do Espírito Santo, para sermos como Ele é (Lc 6.40).

3 – Os discípulos ajudam outros a seguirem Jesus – Ao seguirmos nosso Senhor, rapidamente aprendemos que parte da imitação é a replicação. Ter um relacionamento pessoal com Jesus é magnífico, mas é incompleto se termina em nós mesmos. Parte de ser Seu seguidor é intencionalmente ajudar outros a aprenderem dEle e se tornarem mais parecidos com Ele. Nós fazemos isso ao proclamar o evangelho entre os amigos, familiares e em todo e qualquer lugar (Mt 28.19-20). Fazemos isso também ao instruirmos a outros sobre Cristo (Rm 15.14), ao imitarmos aqueles que estão seguindo a Cristo e ao levarmos outros a seguirem o nosso exemplo como discípulos (1 Co 4.16; 11.1; 2 Ts 3.7, 9).

4 – Os discípulos intencionalmente constroem relacionamentos – Discipulado não é algo que simplesmente acontece. Nós precisamos ser intencionais em cultivar relacionamentos profundos e honestos nos quais possamos fazer bem espiritual a outros cristãos.

Os relacionamentos de discipulado que surgem e são cultivados entre os seguidores de Cristo devem ser tanto estruturados como espontâneos. Em seu relacionamento com Seus discípulos, Jesus ensinava formalmente aos Seus seguidores (Mt 5-7; Mc 10.1), enquanto também permitia que eles observassem Sua obediência a Deus à medida em que caminhavam juntos (Jo 4.27; Lc 22.39-56).

5 – Os discípulos dependem da graça – Embora seja verdade que um discípulo de Jesus deva ajudar outros a seguirem a Jesus, nós devemos sempre nos lembrar de que, à parte da graça sustentadora e fortalecedora de Deus, nada podemos fazer (Jo 15.5).

Ao seguirmos Jesus e ajudarmos outros a seguirem-nO, somos constantemente lembrados de que precisamos da graça. Nós falhamos. Nós pecamos. Nós lutamos. Mas, ainda bem, a graça de Deus abunda sobre os Seus filhos. Essas são boas notícias ao buscarmos juntos seguir a Jesus e sermos transformados nesta jornada, segundo a sua gloriosa imagem (2 Co 3.18).

Que possamos olhar constantemente para as Escrituras buscando conhecer sobre as bênçãos e responsabilidades em ser um discípulo de Cristo. Que possamos seguir fielmente a Cristo e ajudar outros a fazerem o mesmo até que nos encontremos com Ele.

Quer saber mais sobre o ministério ou mesmo como fazer parte de um grupo de discipulado, entre em contato conosco.

O artigo na íntegra você encontrara aqui

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Arquivos

Autor

Comentários

Pode descansar!

Muitas vezes, vemos pessoas reclamando da vida sem razão, mas há quem esteja realmente no limite de suas forças, exaustas, dizendo: “Senhor, eu não aguento mais!” Nessas situações, por mais que o dever de urgência das circunstâncias e a culpa pela pausa nos...

|jun 16, 2024

Privilégio ou Desperdício?

Há duas cenas absolutamente contrastantes na Bíblia. Na primeira cena, Davi e todo o povo fazem ofertas generosas para honrar o Senhor. Verdadeiras expressões de adoração e gratidão, para que o templo pudesse ser construído: "O povo se alegrou com tudo o que se fez...

|jun 10, 2024

Imediatismo

Como os dias são corridos e acelerados. Essa é uma observação quase que comum em nossos dias. Mas será que as 24hs do dia estão passando mais rápido do que antigamente? Não é essa a questão, mas vivemos na “cultura do imediatismo”, expressão cunhada por Douglas...

|maio 26, 2024

Futilidade ou bênção?

Como estão seus planos e projetos? Quão necessário é reconhecer que é inútil preparar um projeto ou buscar mantê-lo a não ser que o Senhor abençoe esse nosso trabalho e esforço. Nos primeiros dois versos do Salmo 127, o salmista considera a futilidade do trabalho...

|maio 19, 2024

Processo de sucessão

Como todos devem saber, estamos no processo de definir o futuro Pastor Líder da Fonte, que assume esta posição em Julho de 2030. Temos documentado processo, perfil, decisões, cronologia e todo o material está no link igrejafonte.org.br/sucessao/ Depois de definido...

|maio 12, 2024

Útil para o ministério

No último parágrafo do último capítulo do último livro do apóstolo Paulo, Timóteo é exortado e aconselhado sobre 4 tipos de pessoas que são encontradas no serviço ao Senhor. O primeiro está em 2 Timóteo 4:9 e é representado por Demas. Ele fora um cooperador do...

|maio 5, 2024

Esperança na Profundeza

Os dois primeiros capítulos do livro do profeta Jonas mostram como a sua vida se afundou cada vez mais, na medida em que desejava fugir do Senhor. É certo que a tentativa de fuga de Deus é vã, pois até mesmo no mais profundo do abismo, Deus lá estará (Sl 139.8)....

|abr 28, 2024

O Libertador Prometido

Ao considerarmos o Pentateuco, frequentemente observa-se certo desânimo diante das diversas leis e genealogias, desviando alguns de ênfases teológicas cruciais presentes no texto. Entre elas, destaca-se a figura do Libertador, prenunciado como aquele que surgiria...

|abr 21, 2024

Perdão Medicinal

"Porque, se perdoarem aos outros as ofensas deles, também o Pai de vocês, que está no céu, perdoará vocês; se, porém, não perdoarem aos outros as ofensas deles, também o Pai de vocês não perdoará as ofensas de vocês." Mt 6:14-15. Esta declaração do Senhor é tão...

|abr 14, 2024